Emitir Darf IRPF 2019 – Quem deve e como fazer a emissão?

Usado pela receita federal para a realização da arrecadação de impostos, contribuições e taxas relacionadas as operações financeiras, o DARF deve ser emitido obrigatoriamente pelos cidadãos brasileiros. Sendo assim, é importantíssimo saber como emitir Darf IRPF 2019 para não ter complicações quando a data de emissão do documento chegar.

Emitir DARF Online
Emitir DARF Online

Quem deve Emitir DARF 2019

O Documento de Arrecadação de Receitas Federais deve ser emitido obrigatoriamente por pessoas físicas e jurídicas, sendo que no caso da pessoa física, este documento permite o pagamento de impostos depois da declaração do Imposto de Renda (IRPF).

Para quem é pessoa jurídica, este guia ajuda bastante no pagamento do Imposto de Renda pessoa Jurídica (IRPJ), CONFIS, INSS e muitos outros impostos que são importantíssimos para o empreendimento.


Como Emitir DARF IRPF 2019 Pessoa Física

Após o preenchimento do guia, as pessoas físicas podem realizar a emissão do IRPF usando uma das ferramentas disponibilizadas pela Receita Federal, sendo que estão disponíveis as seguintes plataformas:

  • Sicalc AA – para fazer a emissão do DARF 2019 usando essa plataforma, é necessário que seja feito o download do software para o computador. Depois disso basta fazer a emissão do documento num processo bem simples e rápido.
  • Sicalc Web – esse meio de emissão do DARF é processado por via online, ou seja, nesse processo você somente precisa de ter conexão com a internet no seu computador e acessar o site do Sicalc para fazer a emissão.
Como Emitir DARF IRPF 2019 Pessoa Física
Como Emitir DARF IRPF 2019 Pessoa Física
  • Veja ainda sobre o Simulador Imposto de Renda 2019.

Como fazer Emissão da DARF Parcelamento

A emissão do DARF parcelamento 2019 é necessária para o pagamento do saldo do imposto anual da pessoa física. Este saldo pode ser parcelado em até mesmo 8 quotas mensais que são pagas sucessivamente.

É importante destacar que essa opção de parcelamento somente é disponibilizada para quem tem um imposto de valor superior aos R$ 100,00. Quem tem um débito inferior a esse montante, deve fazer o pagamento em quota única.

Para realizar a consulta ou emissão do DARF de parcelamento, é necessário que a pessoa física ou jurídica tenha o seu computador conectado a internet e siga o passo a passo descrito, logo abaixo:

  • Primeiro acesse a página de emissão do guia clicando AQUI;
  • No campo “Consulta de Parcelamento” informe o seu CPF/CNPJ;
  • Em seguida clique em “Não sou um robô”;
  • Siga com a consulta ou emissão do Darf de parcelamento clicando em “Avançar”

Feito isso, você já poderá conferir os parcelamentos validos para pagamento e fazer a emissão do Darf.


Darf em Atraso

Quem atrasa na emissão desse documento, deve emitir um novo guia do Darf 2019, o que pode ser realizado por via da plataforma online (Sicalc web) ou por via do programa da Receita Federal (Sicalc AA).

Quando a pessoa física ou jurídica perde o prazo determinado para a emissão do DARF, ele sofre a cobrança de juros e multas que quando somadas chegam a um total de – 0,33% de multa ao dia, que tem um máximo de 20% e selic acumulada para juros.

Sendo assim, vale mesmo a penas evitar o atraso na emissão desse documento para não sofrer a cobrança de juros e multas.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Declaração Imposto de Renda 2019

Como de costume anualmente o imposto de renda precisa se declarado, por conta disso, muitas pessoas ainda ficam na dúvida de quem deve realizar a Declaração Imposto de Renda 2019, a declaração além de anual é obrigatória. Veja a seguir como realizar a Declaração Imposto de Renda 2019.

O imposto de renda é um dos tributos mais importantes cobrado ao cidadão brasileiro, o contribuinte que se enquadra como elegível, são obrigados a declarar o imposto de renda.

Declaração Imposto de renda 2019
Declaração Imposto de renda 2019

Quem deve declarar?

Apesar de ser obrigatória, nem todos os contribuintes precisam realizar a declaração do imposto de renda 2019, porém se você se enquadrar em qualquer de um dos critérios, será obrigatório a declaração, confira os requisitos:

  • Contribuintes que no ano de 2017 tiveram os seus rendimentos tributáveis, maior que R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores e aposentados que mensalmente recebiam salário igual ou maior a R$ 1.903,98.
  • Contribuintes que durante o ano de 2017 tiveram rendimentos não tributáveis acima ou igual a R$ 40.000,00, vale ressaltar, que rendimentos não tributáveis são aqueles que não geram valor líquido, nem lucro, sendo assim não precisa pagar imposto.
  • Trabalhadores rurais é obrigatório caso o rendimento anual gerado dessa renda seja igual ou acima de R$ 128.308,50.
  • Contribuintes que durante o ano de 2017 investiram em mercado de capitais, bolsas de valores ou similares.
  • Contribuintes com terrenos ou imóvel em suas posses, que o valor seja igual ou superior a R$ 300 mil.
  • Contribuintes e trabalhadores que optaram pela a isenção do imposto de renda sobre o valor de venda de imóvel, desde que esse dinheiro seja usado para a quitação ou compra de outro imóvel em território nacional, desde que isso seja realizado dentro do prazo de 180 dias.

Como Declarar o Imposto de Renda?

O processo de declaração do imposto de renda é bem simples e fácil, basta primeiro entrar no site da Receita Federal, dentro do cronograma estimado, para efetuar o download do programa IRPF 2019.

Hoje existem duas maneiras a qual você pode realizar a sua declaração do imposto de renda, confira:

  • Através da versão para IOS e Android pelos os dispositivos móveis;
  • Através da versão MAC e Linux para computadores.

O programa do imposto de renda é facilmente baixado no site a seguir:

Vale ressaltar que as declarações do imposto de renda 2019 devem ser feitas e entregues até o dia 29 de abril de 2019, marque um lembrete em algum lugar para que você não esqueça.

Caso você venha realizar a sua declaração do imposto de renda através do dispositivo móvel, você vai precisar:

  1. Abrir a loja do seu dispositivo;
  2. Baixar o aplicativo da Receita Federal;
  3. Buscar pelo o programa IRPF;
  4. Baixe o programa, após isso basta entrar no aplicativo e preencher todos os dados solicitados.

Para efetuar a sua declaração do imposto de renda basta:

  1. Clicar no programa;
  2. Ao abrir clique em nova declaração.

Se ano passado, você efetuou a declaração do imposto de renda, terá um jeito muito mais simples de realizar, dessa forma basta clicar em importar dados IRPF 2019.

Agora você irá apenas efetuar a atualização dos dados anteriores, caso queira efetuar um novo documento será necessário apenas clicar em declaração de ajuste anual.

Dessa forma, basta preencher todas as informações solicitadas e em seguida enviar o seu documento.


Consulta Declaração do Imposto de Renda 2019

Consulta IRPF 2019Após o envio da sua declaração é necessário acompanhar os cronogramas, veja como é fácil consultar:

  1. Acesse (http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp);
  2. Informe o seu CPF;
  3. Em seguida escolha o período da restituição do Imposto de Renda;
  4. Informe a sua data de nascimento;
  5. Digite o código de segurança que aparece na imagem;
  6. Em seguida clique em consultar.
Consulta Restituições IRPF 2019
Consulta Restituições IRPF 2019

Declaração de Imposto de Renda 2019 Isento

Nem todo o brasileiro precisa efetuar a declaração do imposto de renda, para que se fique isentos, confira os requisitos:

  • Ter renda mensal de no máximo R$ 1903,98, ou seja, um pouco mais do que dois salários mínimos nacionais.
  • Ter rendimentos que sejam provenientes de aposentadoria, pensão ou militar.
  • Portador de alguma doença considerada grave e que se enquadre no regime de lei nº 7.713/88.

Datas para Declarar – Cronograma

Confira o cronograma do imposto de renda 2019:

Todos os contribuintes têm até dia 29 de abril para enviar a sua declaração ao imposto de renda, confira as datas de restituição dos lotes:

  • 1º lote dia 26 de junho de 2019;
  • 2º lote dia 17 de julho de 2019;
  • 3º lote dia 15 de agosto de 2019;
  • 4º lote dia 15 de setembro de 2019;
  • 5º lote dia 16 de outubro de 2019;
  • 6º lote dia 16 de novembro de 2019;
  • 7º lote dia 15 de dezembro de 2019.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Restituição Imposto de Renda 2019

Restituição Imposto de Renda 2019 – O imposto de renda é um recolhimento feito pela Receita Federal, órgão do governo federal, de forma anual. Essa taxa é cobrada de uma parcela da população que recebe acima da alíquota de isenção. Em alguns casos, o contribuinte poderá até ter direto à restituição do Imposto de Renda 2019. Para saber mais, confira abaixo as regras da isenção do IRPF.

O dinheiro arrecadado com o IRPF serve para custear despesas do governo como saúde, educação, segurança, infraestrutura, dentre outros assuntos importantes para a população e para o país.

Por isso é importante que o cidadão fique atento as datas e prazos para a declaração do imposto de renda e pagamento, caso seja necessário. Além da restituição do imposto de renda que acontece em alguns casos.

Imposto de Renda 2019
Imposto de Renda 2019

Restituição Imposto de Renda 2019

A declaração do imposto de renda é feita por apenas uma parcela dos trabalhadores brasileiros que ganham acima de um teto-base estipulado por cálculos da Receita Federal. Já a restituição é realizada para aqueles que declararam e tem direito a receber algum ressarcimento.

Essa restituição imposto de renda 2019 é feita depois que a Receita Federal recebe as declarações dos cidadãos e realiza um balanço entre o rendimento anual e as despesas do contribuinte com alguns assuntos como saúde e educação.

Restituição Imposto de Renda 2019
Restituição Imposto de Renda 2019

As pessoas que estão abaixo do teto-base estipulado pela Receita Federal são consideradas isentas e por isso não precisam fazer a declaração. De acordo com os valores estipulados pelo governo, as pessoas que precisam declarar são aquelas que tiveram, no ano anterior a declaração, rendimento tributáveis acima de R$ 28.123,91.

Normalmente, todos os anos, a data para declaração do imposto de renda começa no dia 2 de março e vai até 28 de abril. É um prazo razoável para que os cidadãos que precisam declarar consigam todos os documentos necessário para o serviço.

A Receita Federal recomenda que os contribuintes se preparem o quanto antes para não deixar para última hora, afinal, a maior parte dos declarantes deixam para última hora e o sistema acaba ficando sobrecarregado.

Fique atento para a emissão do extrato de rendimentos do INSS 2019 para declaração do imposto de Renda.


Quem tem direito à restituição do Imposto de Renda 2019?

quem tem direitoOs contribuintes que precisam fazer a declaração devem entrar no site da Receita Federal dentro do prazo estipulado, baixar o programa disponível para a declaração e declarar todos os seus rendimentos, patrimônios, investimentos, entre outros.

No final da declaração é possível saber se o cidadão vai precisar pagar mais impostos, se vai ter direito a receber alguma restituição ou se estará quite com o IRPF 2019. Contudo, o recebimento só acontece depois de alguns meses da declaração.

Normalmente as pessoas que têm direito a receber alguma restituição são as que fizeram uma quantidade grande de deduções em sua declaração.

  • Muitas coisas podem ser deduzidas no imposto de renda como gastos com educação por membro dependente da família em até R$ 3.561,50 ao ano.
  • Outras despesas de até R$ 2.275,08 ao ano por dependente também podem ser deduzidas.
  • Despesas médicas sem limites de deduções desde que esses gastos sejam realizados pelo próprio contribuinte ou dependente da família.
  • Gastos com pensão alimentícia, as contribuições para a previdência social do ano anterior – que pode ser feito como empregado, contribuinte individual ou facultativo.
  • Pagamento de previdência social do empregado doméstico também pode ser deduzido.
  • Aposentados e pensionistas podem deduzir até R$ 1.903,98 por mês, incluindo o décimo terceiro salário.
  • E também algumas despesas de profissionais liberais.

Consulta Lotes Restituição Imposto de Renda 2019

Após algum tempo da declaração do imposto de renda 2019, a Receita Federal vai divulgando os resultados – para o cidadão saber se a declaração dele foi aceita ou não – e se ele tem direito a alguma restituição.

Essa divulgação é feita pelo portal oficial da Receita Federal e também há divulgação nos principais portais de notícias do país. A consulta também é feita no site do órgão e por lá o contribuinte saberá se tem direito a restituição ou não.

A consulta imposto de renda 2019 é muito simples e dentro de poucos minutos o cidadão já fica sabendo se tem direito.

  • O site oficial da Receita Federal para consultar essa e outras informações é o http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp.
  • Por este link o cidadão irá preencher os seus dados cadastrais, que é o seu CPF e escolher o ano base que deseja fazer a consulta da declaração, além da data de nascimento.
  • Por fim o contribuinte precisa digitar os caracteres que aparecem na imagem logo abaixo;
  • logo em seguida clicar no botão “consultar”.

consulta restituição IRPF

Se todas as informações digitadas pelo contribuinte estiverem corretas, a Receita Federal irá direcionar o cidadão para uma página de consulta da restituição do imposto de renda 2019. Nesta página o cidadão saberá se tem direito ou não a restituição ou se tem que pagar algum valor a mais para ficar em dia com suas obrigações.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Tabela Imposto de Renda 2019: Alíquotas IRPF

O imposto de renda do Brasil é controlado pela Receita Federal, órgão do governo federal. Todas as informações sobre o IRPF 2019 são divulgadas primeiramente pela instituição. A tabela Imposto de renda 2019 já foi divulgada pele Receita Federal, com reajuste abaixo do índice de inflação, o que aumentou ainda mais a defasagem dos valores. É importante que o contribuinte fique atento aos prazos da declaração do IRPF 2019, e da tabela imposto de renda 2019 de alíquotas de contribuição. Para mais detalhes, leia abaixo.

Todo ano milhões de brasileiros precisam declarar imposto de renda e em alguns casos precisa pagar para ficar em dia com os deveres de cidadão. É importante o contribuinte ficar atento as datas e prazos de declaração do imposto para não ter que pagar multas.

A declaração do imposto de renda sempre acontece no primeiro semestre de todo ano. Uma parcela dos brasileiros que ganha acima do teto-base precisa declarar seus ganhos, investimentos, patrimônios, entre outros.

Tabela Imposto de Renda 2019
Tabela Imposto de Renda 2019

Tabela Imposto de Renda 2019

Tabela IRPF 2019O imposto de renda 2019 serve para que o governo recolha custos para investir em saúde, educação, segurança, infraestrutura, entre outros. O recolhimento é usado para melhorar as condições do país e da população.

Por ser um assunto complexo e envolver muitas informações, também geram muitas dúvidas aos contribuintes. Uma das principais dúvidas é como funciona a tabela do imposto de renda, contudo não há mistérios, a Receita Federal divulga todo ano a tabela atualizada e com as alíquotas para aquele ano.


Tabela IRPF – Alíquotas

Alíquotas do Imposto de renda 2019Para quem tem ganhos de até R$ 22.847,76 por ano, é isento no imposto de renda, ou seja, não precisa declarar e nem pagar nada. A tabela progressiva do imposto de renda 2019 estabelece as alíquotas de contribuição de acordo com o os rendimentos tributáveis do contribuinte.

Confira abaixo as alíquotas de contribuição do Imposto e Renda de Pessoa Física:

  • Para quem recebe de R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80, a alíquota é de 7,5% e a parcela a deduzir do IRPF é de R$ 1.713,58.
  • De R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60 a alíquota é de 15% e a parcela a deduzir é de R$ 4.257,57.
  • De R$ 45.012,61 até R$ 55.976,16 a alíquota é de 22,5% e a parcela de R$ 7.633,51.
  • E por último, para quem recebe acima de R$ 55.976,16 a alíquota é de 27,5% e parcela a deduzir de R$ 10.432,32.

Isso demostra que a alíquota e as parcelas variam de acordo com o ganho anual do contribuinte.


Quem Deve Declarar o Imposto de Renda 2019

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2019A declaração do imposto de renda 2019 deve ser feita por cidadãos que se enquadram nas regras da Receita Federal. Veja quem precisa declarar:

  • Contribuintes que recebem igual ou mais de R$ 23.123,00;
  • Quem realizou operações financeiras na bolsa de valores ou no mercado financeiro também precisa declarar.
  • Quem tem bens móveis e imóveis que estão avaliados em mais de R$ 300 mil;
  • Quem teve rendimentos não tributáveis, no ano anterior da declaração, em que o valor ultrapassou R$ 40 mil.

A declaração deve ser feita dentro do prazo programado pela Receita Federal que se encerra em abril. Para mais detalhes, confira quem deve declarar o imposto de renda 2019.


Tabela IRRF – Imposto Retido na Fonte

O imposto de renda retido na fonte acontece em rendimentos de trabalhadores assalariados, que podem ter sido pagos por pessoas físicas ou jurídicas e os salários pagos por pessoas jurídicas, os rendimentos de alugueis, serviços de corretagem e publicidade e propaganda.

As alíquotas variam de acordo com a natureza dos rendimentos e depende também do país em que reside o contribuinte, pois os rendimentos pagos ou remetidos a pessoas jurídicas que estão no exterior com fontes situadas no Brasil também contam.

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Cronograma Imposto de Renda 2019

Cronograma Imposto de Renda 2019Já foi divulgada em portaria da Receita Federal o novo Cronograma do Imposto de Renda. O calendário do IR 2019 estabelece as datas de liberação do programa, e prazo para realizar a entrega da sua declaração do IR 2019.

É importante ficar atento para o prazo de entrega da sua declaração, pois caso você se enquadre nas regras de obrigatoriedade e não cumpra o prazo de entrega, poderá cair na malha fina do Imposto de Renda. E nesse caso, caso sejam apuradas irregularidades na entrega, o contribuinte poderá ser multado com valores superiores a até 50% do valor devido.

Veja abaixo a tabela divulgada pela Receita federal com as datas de liberação e entrega da declaração de ajuste anual do imposto e renda de pessoa física:

Data Evento
01/2019 A Receita vai disponibilizar os programas do Carnê leão 2019 e Ganho de Capital.
02/2019 A Receita vai liberar o programa de geração da Declaração IR para pessoa física 2019 (DIRPF 2019)
03/2019 Início do prazo para mandar sua declaração.
28/04/2019 Termina o prazo para enviar a sua declaração.

Consulta Tabela Imposto de Renda 2019

Consulta IRPF 2019Todos os anos, o portal da Receita divulga a tabela atualizada do imposto para pessoa física. Você pode consultar a tabela do IRPF 2019 e do IRRF 2019 atualizada diretamente nesse link.

As alíquotas progressivas do imposto aumentam conforme a renda tributável do trabalhador, variando de 0% (Isento) à 27,5% (alíquota máxima). Além de consultar a tabela atual, a Receita ainda disponibiliza as tabelas dos anos anteriores.


Dedução por dependente

Conforme a tabela divulgada no portal de Receita Federal, o contribuinte poderá obter a dedução mensal por dependente (do IRRF) de até R$ 185,59.  Já a dedução anual do Imposto (IRPF) será de R$ 2.275,08 por dependente declarado.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votes, average: 4,43 out of 5)
Loading...

Extrato INSS para Imposto de Renda 2019

Extrato INSS para Imposto de Renda 2019 – Para manter-se em dias com o Governo Federal e evitar, desse modo, penalizações, todo brasileiro que possui uma renda mensal acima de R$ 1.903,98 precisa arcar com o IRPF (Imposto de Renda sobre Pessoa Física), um tributo que recai sobre os rendimentos anuais dos indivíduos.

Uma vez por ano, essa tarifa precisa ser declarada à Receita Federal. Para isso são necessários certos documentos, como o extrato do INSS, sobre o qual decidimos falar no artigo de hoje. Então, venha com a gente para entender mais!

Extrato INSS para imposto de Renda 2019
Extrato INSS para imposto de Renda 2019

Extrato INSS para Imposto de Renda 2019

O extrato do INSS consiste no demonstrativo dos pagamentos de quem é beneficiado pelo Seguro Nacional. Trata-se de um informe de rendimentos do INSS 2019 fornecido pela Previdência Social.

A importância desse documento é explicada pelo fato dele particularizar todos os rendimentos dos aposentados e dos pensionistas. Isso disponibiliza aos mesmos uma fonte segura para a coleta dos valores necessários ao IRPF, algo extremamente importante, uma vez que qualquer informação incorreta na declaração do imposto pode trazer consequências bastante indesejadas.

Fique ligado: para saber qual sua alíquota efetiva, use o Simulador do imposto de Renda 2019 oferecido pela Receita Federal.


Como Emitir o Extrato INSS para IRPF?

Há duas maneiras de emitir o extrato INSS para Imposto de Renda 2019:

  • A primeira é por meio das próprias agências da Previdência Social.

Para expedir o demonstrativo por meio de uma dessas filiais é bem fácil, sendo necessário que o contribuinte se dirija a uma delas com os seus dados pessoais em mãos.

  • Já a segunda forma é através da internet, um modo muito mais cômodo, rápido e simples.

Para isso, basta que o beneficiário siga o seguinte passo a passo:

  • Entrar no site do INSS, acessando esta página;
  • Na aba “Serviços”, clicar em “Histórico de Pagamento de Benefício”;
  • Clicar em “Emitir Extrato”;

    Emitir extrato do histórico de pagamentos do INSS
    Emitir extrato do histórico de pagamentos do INSS
  • Clicar em “Extrato de Imposto de Renda (IR)”;

    Extrato do INSS para Imposto de Renda pelo MEU INSS
    Extrato do INSS para Imposto de Renda pelo MEU INSS
  • Clicar em “Fazer Login”;

    Faça o Login no Portal MEU INSS
    Faça o Login no Portal MEU INSS
  • Informar os dados requisitados;
  • Ratificar o captcha;
  • Clicar em “Entrar”;
  • Expedir o demonstrativo.

Vale ressaltar que, caso a pessoa nunca tenha acessado o portal do INSS, ela deverá se cadastrar no sistema do canal antes de efetuar o login. A fim disso, é preciso:

  • Clicar em “Primeiro Acesso”;
  • Clicar em “Cadastra-se”;
  • Indicar as informações solicitadas;
  • Verificar o captcha;
  • Seguir as recomendações que a plataforma dará para a conclusão do registro.

Aposentadoria do INSS paga Imposto de Renda?

Uma dúvida muito recorrente entre os aposentados e as pessoas que estão perto de se aposentar é se elas possuem o dever de declarar o seu imposto de renda. A resposta é SIM.

Os mesmos, tal como os pensionistas e os demais cidadãos que recebem mais de R$1.903,98 por mês, devem contribuir anualmente com IRPF. Os rendimentos do INSS não possuem isenção do Imposto de renda 2019.

Aposentadoria do INSS paga Imposto de Renda
Aposentadoria do INSS paga Imposto de Renda?

Leia também: Saiba como funciona o parcelamento do Imposto de Renda 2019, e descubra como pagar parcelado e se vale a pena.

Há, contudo, duas exceções, sendo isentos do tributo os aposentados por invalidez e os aposentados que possuem sérias enfermidades. Vale ressaltar, no entanto, que para a última situação é necessário requerer esse benefício e comprovar a doença, a partir de uma perícia médica, que é agendada pela própria Previdência Social.

Inclusive, que se o problema for comprovado antes da Receita Federal liberar o privilégio, o Seguro Nacional tem o dever de ressarcir o valor que o contribuinte pagou – basta, para isso, que o aposentado solicite o estorno.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Retificação Imposto de Renda 2019

Informações incorretas e incompletas é o que acontece de mais comum e leva a declaração do imposto de renda a malha fina, neste caso você terá que realizar a Retificação Imposto de Renda 2019, se isso acontecer o ideal é que você faça uma declaração retificadora o quanto antes, para evitar que a sua declaração do imposto de renda seja processada pela a Receita e permaneça no banco de dados da malha fina do Imposto de Renda 2019.

Para fazer a retificação do seu imposto é necessário informar o protocolo da sua declaração anterior que apresentou o erro de informações, na ficha identificação do contribuinte basta marca a opção “declaração retificadora”.

Você terá que informar o número do protocolo do seu recibo, o contribuinte que fazer a retificação espontânea da declaração do imposto de renda não estará sujeito ao pagamento de multa, a mesma é possível ser retificada até 5 anos depois da entrega a Receita Federal.

Quem precisa retificar o Imposto de Renda?

As pessoas que devem realizar a retificação do Imposto de Renda são as seguintes:

  • Quem realizou a restituição e teve problemas de digitação;
  • Quem informou valores divergentes das fontes de informação;
  • Pessoas que omitiram rendimentos;
  • Pessoas que não informaram os dependentes;
  • Aquelas que deixaram de lançar as despesas medicas;
  • Pessoas que precisam atualizar os dados, principalmente dos bens;
  • Pessoa que apresentam renda patrimonial incompatível com a renda;

Retificação do Imposto de Renda 2019

A retificação do seu imposto de renda pode ser feita online do conforto de sua residência, onde o contribuinte faz as alterações diretas no site da Receita Federal, não tem necessidade alguma de instalar qualquer programa no computador, nem informar o número do recibo da sua declaração, essa modalidade só fica disponível dentro do prazo final de entrega do imposto de renda.

A retificação online diferente da sistemática feita através do programa há algumas restrições, pois, o contribuinte não recebe o certificado digital, porém a mesma pode ser retificada também dentro do prazo de 5 anos após a sua emissão, mesmo que a Receita Federal não tenha apontado problema algum.

Retificação do Imposto de Renda Online 2019
Retificação do Imposto de Renda Online 2019

Evite fazer muitas retificações do documento, você poderá fazer quantas retificações julgar necessário, porém muita cautela na hora de preencher os dados no programa, pois o número excessivo de retificações pode despertar curiosidade na Receita Federal e sua possível convocação para justificar o porquê de tantos problemas.


Como Retificar o DIRF 2019

O DIRF 2019 pode ser retificado no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte) das suas pendencias. Neste caso você conseguirá corrigir diversas informações sobre as suas deduções e rendimentos tributáveis.

Para corrigir sua declaração você vai precisar:

  1. Baixar um o Programa IRPF no seu computador específico do ano que você deseja corrigir;
  2. Localize o número da declaração que você deseja retificar no recibo de entrega;

    Numero da Retificação
    Numero da Retificação
  3. Abra o arquivo da declaração original entregue. Na ficla “Identificação do Contribuinte”, marque a opção “declaração Retificadora”.

    marcar a opção de retificação
    marcar a opção de retificação
  4. Realize as correções necessárias e assim que finalizado, clique no botão “entregar declaração”.

É importante estar atento aos prazos, efetue a sua declaração com cuidado e atenção para evitar possíveis retificações do documento. Caso ocorra alguma erro durante o preenchimento basta seguir o passo a passo acima e efetuar a retificação da mesma o mais rápido possível. Dessa forma, você vai evitar problemas com a Receita Federal.

É importante verificar o cronograma do imposto de renda e entregar a sua declaração dentro do prazo estimado.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Extrato IRPF 2019

Extrato IRPF 2019 – O imposto de renda é um recolhimento coordenado pela Receita Federal, que é um órgão do governo federal. Todas as informações sobre o imposto são encontradas no site da Receita Federal, contudo muitas informações são complexas e as pessoas precisam de mais detalhes para saber como funciona, por isso vamos explicar hoje como extrair o Extrato IRPF 2019 do portal da Receita Federal.

Aqui vamos explicar, de forma mais didática do que o site da Receita, para que você não tenha dúvidas quanto ao imposto, declaração, restituição, extrato, dentre outros procedimentos. O imposto de renda é declarado e consultado tudo de forma online, ou seja, você não precisa sair de casa para saber mais informações e realizar todos os processos.

Extrato IRPF 2019
Extrato IRPF 2019

Todas as datas e prazos são divulgados pelo site da Receita Federal e também nos principais portais de notícias do país. A declaração começa em março e vai até em abril, um prazo bastante razoável para que o contribuinte consiga todos os documentos necessários para a transação.

Extrato IRPF 2019

O extrato do IRPF 2019 é disponibilizado pelo órgão da Receita Federal em um prazo estipulado por eles mesmos.

O extrato do Processamento de Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física, ou só IRPF como é mais conhecido é um documento em que o cidadão verifica se sua declaração foi validada ou se ainda tem pendências e também identificar as quotas do imposto.

Extrato Imposto de Renda
Extrato Imposto de Renda

Caso o contribuinte esteja com alguma pendência quando verificar seu extrato do IRPF 2019, ele terá uma nova oportunidade de rever a sua declaração e atualizar as pendências que a Receita Federal encontrou. O cidadão precisa retificar a declaração quando isso acontece para não ficar pendência com a Receita Federal e não gerar transtornos e multas.

A principal forma de consultar é pelo site do órgão, ou seja, pelo método online. Contudo, caso o cidadão fique ainda com algumas dúvidas ou não consiga fazer a consulta, ele pode entrar em contato na central de atendimento da Receita Federal pelo telefone ou ir até um posto de atendimento do órgão.


Consulta Extrato IRPF 2019

Para conseguir o extrato do imposto de renda e fazer uma consulta de sua declaração é muito simples. Mas alguns contribuintes ainda têm dúvidas por causa de algumas informações que ficam desencontradas. Por isso, vamos ensinar você abaixo a acessar o Portal ECAC e consultar o extrato do IRPF:

Como consultar o Imposto de Renda 2019
Como consultar o Imposto de Renda 2019
  • Para consultar e saber do seu extrato IRPF 2019, o cidadão deve entrar no link da Receita Federal idg.receita.fazenda.gov.br/interface/atendimento-virtual;
  • Se o contribuinte tiver o certificado digital, ele pode consultar essa e outras informações sobre o imposto de renda.
  • Caso não, acesse o link e preencha todas as informações necessárias para obter o código de acesso ao certificado digital para conseguir consultar o extrato IRPF 2019;
  • Após isso entre no site https://cav.receita.fazenda.gov.br/eCAC/publico/login.aspx;
  • E preencha todos os dados pedidos.
  • Logo em seguida clique em “Declarações e Demonstrativos”;
  • depois em “Extrato do processamento da DIRPF”; logo em seguida escolha o ano da sua declaração;
  • Clique na opção “Extrato” e depois clique em “Situação”;
  • Após isso, todas as informações contidas no extrato do IRPF estarão disponíveis para você.

O Extrato do IRPF estará disponível para você consultar quando quiser, desde que esteja dentro do prazo escolhido pela Receita Federal para a consulta do Extrato IRPF 2019.


Extrato INSS para Imposto de Renda 2019

Um dos comprovantes de renda do cidadão é o extrato do seu INSS. Esse documento da previdência social é usado para que o contribuinte comprove os pagamentos da Previdência para a Declaração de Ajuste Anual do imposto de Renda de Pessoa Física.

Extrato do INSS para IRPF
Extrato do INSS para IRPF

Como emitir o Extrato INSS para Imposto de Renda:

  • Para ter mais informações desse extrato do INSS, o cidadão pode acessar o site oficial da previdência social do governo federal, que é o inss.gov.br
  • Informe todos os dados do seu benefício, como o número do benefício, nome completo, CPF e data de nascimento.
  • Após preencher os dados, você irá clicar em “Consultar”;
  • O site irá abrir uma página com o seu extrato do INSS;
  • Daí é só imprimir e salvar o documento no computador para qualquer outra consulta necessária.
  • Outra forma é ir até uma agência do INSS mais próxima e solicitar o extrato do INSS.
  • Esse pedido pode ser feito no autoatendimento, portando um documento oficial com foto.

Se não conseguir retirar o extrato do INSS pelo site da previdência social, o cidadão pode ir até um posto de atendimento da Receita Federal mais próximo e pedir a consulta, o extrato e mais informações necessárias.


Número recibo IRPF

Após realizar a declaração do imposto de renda 2019 no software da Receita Federal, o cidadão vai receber um recibo de declaração, uma espécie de comprovante de que ele já realizou com sucesso a sua declaração do ano-base.

Número de Declaração do imposto de Renda
Número de Declaração do imposto de Renda

O número desse recibo do IRPF é composto de 12 dígitos e pode ser encontrado na última declaração do imposto de renda ou no computador do usuário, caso ele tenha salvo. É muito importante salvar esse recibo como um protocolo de comprovante de declaração.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...