Informe de Rendimentos INSS 2019

Informe de Rendimentos INSS 2019 – Todos os anos uma parcela dos contribuintes brasileiros precisa declarar seus rendimentos para a Receita Federal, órgão do governo federal. Esse processo é conhecido como declaração do imposto de renda 2019 e normalmente acontece entre os meses de abril e maio. O Informe de Rendimentos INSS 2019 deve ser realizado através do demonstrativo de IR.

Esta parcela da população são trabalhadores, empresários e também aposentados e pensionistas e quaisquer outras classes que recebem auxílios e benefícios pela Previdência Social do Brasil.

Informe de Rendimentos INSS 2019'
Informe de Rendimentos INSS 2019

Extrato INSS para Imposto de Renda

Pelo site da Previdência Social os aposentados, pensionistas e outros segurados conseguem o extrato do INSS para fazer a declaração do imposto de renda 2019. Além disso, pelo site os aposentados e pensionistas conseguem conferir o lançamento de seu benefício.

A contribuição, declaração e restituição acontecem todos os anos e essa arrecadação feita pelo governo federal é muito importante para que o Estado faça os devidos investimentos sociais como educação, saúde, segurança, infraestrutura, dentre outros assuntos.

extrato INSS para imposto de renda 2019
extrato INSS para imposto de renda 2019

Como Emitir o Extrato INSS

Para emitir o extrato do INSS para declarar o imposto de renda 2019 é muito simples, basta:

Caso o beneficiário não consiga emitir o seu extrato através do site, ele pode ir até uma agência da Previdência Social mais próxima e realizar a emissão do extrato do INSS através do autoatendimento. O cidadão deverá estar com uma identidade, CPF, comprovante de residência e o número do benefício.

Extrato de Pagamentos INSS 2019
Extrato de Pagamentos INSS 2019

Como Declarar Aposentadoria no Imposto de Renda

Os rendimentos de aposentadoria deverão ser declarados como rendimentos tributáveis. São considerados como rendimentos de aposentadoria, todos os pagamentos de:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de serviço;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Reserva militar;
  • Reforma remunerada.

Não existe idade limite para fazer a declaração, o que ocorre é que a partir dos 65 anos de idade, o contribuinte possui mais isenção sobre os rendimentos de aposentadoria.

Como declarar:

No programa IRPF 2019,  os rendimentos da aposentadoria deverão ser informados na guia “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica“.

Se o aposentado tiver 65 anos ou mais, os rendimentos da aposentadoria são isentos até R$ 24.751,74 anuais, e deverão ser declarados na guia “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis“, linha 10. Se o rendimento ultrapassar esse valor, entretanto, o excedente deverá ser declarado como “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica

Como Declarar a aposentadoria no imposto de renda 2019
Como Declarar a aposentadoria no imposto de renda 2019

Para mais detalhes sobre a isenção do imposto, confira a tabela Imposto de renda 2019.


Quem deve declarar o Imposto de Renda 2019

O início da declaração deve começar no mês de abril e deve ir até o mês de maio.

  • Os aposentados, pensionistas e outros segurados que receberam mais de R$ 28.559,70 até o dia 31 de dezembro de 2018 deve declarar o imposto de renda neste ano de 2019.
  • Quem tem bens móveis ou imóveis que ultrapasse o valor de R$ 300 mil também precisa declarar;
  • Contribuintes que tiveram rendimentos isentos ou não tributáveis maiores que R$ 40 mil durante 2018;
  • Quem realizou operações no mercado de ações ou de capitais durante o ano de 2018 (mesmo que não tenha obtido lucro);
  • Contribuintes que obtiveram rendimentos anuais superiores a R$ 128.308,50, da atividade rural;
  • Contribuintes que optem pela isenção do imposto sobre a venda de imóveis, desde que o dinheiro obtido tenha sido usado na aquisição de outro imóvel residencial.

As datas e prazos das declarações é divulgado primeiramente pelo site oficial da Receita Federal http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2017 e logo em seguida os principais portais de notícias do país. Assim que se inicia o processo de declaração, o cidadão precisa fazer o download do programa da Receita Federal para enviar a sua declaração (o download é feito no próprio site da Receita).

Veja como consultar o extrato IRPF 2019 pelo site da Receita Federal.


Como Declarar Salário Maternidade no Imposto de Renda

Além dos aposentados e pensionistas, as mulheres que recebem o salário-maternidade, mesmo que seja um benefício não tributável, ele deve declarar o seu recebimento através do Informe de Rendimentos INSS 2019.

Por ser um valor pago pelas empresas como um complemento da renda, o salário-maternidade deve estar no quesito “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”.

Outros benefícios também devem entrar na declaração do imposto de renda, como:

  • Seguro-desemprego;
  • Auxílio-creche;
  • Auxílio-doença;
  • Gratificações;
  • Indenizações de acidente de trabalho.

Os trabalhadores que são empregados no regime da CLT (carteira assinada) não precisam declarar o recebimento de vale-transporte e vale-alimentação no imposto de renda.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Cálculo Imposto de Renda 2019

Cálculo Imposto de Renda 2019 – Todo ano, milhares de brasileiros precisam declarar e pagar o imposto de renda. A contribuição serve para que o governo faça investimentos necessários ao país como em saúde, educação, segurança, estradas, dentre outros gastos importantes. Confira ao decorrer do artigo informações sobre o Cálculo Imposto de Renda 2019.

Esses cidadãos que precisam declarar são aqueles que ganham acima de um teto mínimo estipulado pela Receita Federal, órgão do governo federal que coordena o imposto de renda no país. Além disso, pessoas que possuem investimentos, bens móveis e imóveis dependendo do valor também precisa fazer a declaração.

Cálculo Imposto de Renda 2019
Cálculo Imposto de Renda 2019

Quem deve declarar Imposto de Renda

  • Pessoas que receberam, no ano de 2017, acima de R$ 28.559,70 por ano ou R$ 1.903,98 por mês devem declarar o imposto de renda nas datas e prazos estipulados pela Receita Federal deste ano de 2019;
  • Quem teve no ano base de 2017 rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil reais;
  • Aos trabalhadores da zona rural que tiveram uma renda bruta no ano de mais de R$ 128.308,50 devem realizar a declaração;
  • Cidadãos que fizeram algum tipo de investimento na bolsa de valores, no mercado financeiro em geral e mercado de capitais devem fazer a declaração do imposto de renda;
  • Pessoas que possuem bens móveis ou imóveis, terrenos e posses acima de R$ 300 mil reais;

Os contribuintes que não fizeram a declaração do seu imposto de renda podem ter graves problemas com a Receita Federal, com seus documentos e dados pessoais. Essas pessoas podem sofrer multas bem pesadas e até mesmo detenção de 2 anos em regime fechado.


Como calcular o Imposto de Renda

Para saber quanto será o seu IRPF 2019, é preciso saber fazer alguns cálculos para fazer a declaração de forma correta.

  • Pegue o seu salário em forma bruta e multiplique pela alíquota do INSS;
  • Depois subtraia pelo valor de dedução por dependente caso houver;
  • Logo multiplique pela alíquota do IR menos a parcela a deduzir do IR;

Com esse cálculo você chegará ao valor correto que deve usar em sua declaração do imposto de renda 2019. Se quiser usar uma calculadora automática acesse o site da Receita Federal neste link oficial do órgão http://www.receita.fazenda.gov.br/aplicacoes/atrjo/simulador/simulador.asp?tipoSimulador=M.


Cálculo Imposto de Renda 2019

Você pode calcular de forma manual ou de forma mais fácil automaticamente pelo site oficial da Receita Federal. Pela calculadora automática você pode fazer uma simulação de alíquota efetiva com imposto sobre a renda mensal ou anual.

Você precisa colocar seus rendimentos tributáveis, as deduções – que podem ser:

  • Dependentes;
  • Pensão alimentícia;
  • Previdência privada;
  • Dentre outros.

O contribuinte também pode abater no imposto de renda 2019 alguns gastos com saúde, educação e até mesmo deduções de incentivo à cultura etc.

As alíquotas do imposto de renda variam desde:

  • 7,5%;
  • 15%;
  • 22,5%;
  • 27,5%.

Quanto maior a renda do contribuinte, seus investimentos e bens, maior pode ser a sua alíquota de contribuição ao imposto.

Você sabia que nem todo mundo precisa pagar o Imposto de Renda? Confira quem possui direito à isenção do IRPF 2019.

Essa contribuição é uma forma de cobrir os gastos do governo com a sociedade, investir em desenvolvimento social e estrutural do país e melhorar a vida de milhões de pessoas em saúde, educação, segurança.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 4,50 out of 5)
Loading...

Recuperar Recibo IRPF 2019: Onde Encontrar, Consulta Extrato e Documentos necessários

Recuperar Recibo IRPF 2019 – Todo cidadão que realiza a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) no final é atribuído um número de identificação que conta com 12 números. Esta informação é necessária para a realização do acompanhamento o processamento da declaração pela internet.

Além disso, esse dado é solicitado quando o contribuinte necessita de realizar uma declaração retificadora.

Então, não deixe de acompanha os próximos tópicos deste post e saiba como você pode recuperar recibo IRPF que conta com esse número de identificação da declaração anual.

Recuperar Recibo IRPF 2019
Recuperar Recibo IRPF 2019

Recuperar Recibo IRPF 2019 – Onde Encontrar o Recibo

Para quem precisa de ter o número de identificação que consta no Recibo do IRPF 2019, é possível ter acesso ao mesmo de 3 formas diferentes, como está descrito abaixo:

  • Por via do computador ou dispositivo usado para o envio da declaração – para quem enviou a sua declaração a partir do disco rígido do computador, o recibo ficou gravado na pasta “C: Arquivos de Programas / SRFIRPF20XX transmitidas”, que foi criada no ano em que ocorreu o envio da declaração.

Sendo assim, o contribuinte pode seguir com a recuperação do recibo acessando estes dados no programa da receita Federal, bastando que para isso clique em “declaração” e em seguida “imprimir”, e “Recibo”.

Agora, no caso de quem fez a transmissão da declaração usando o aplicativo da receita federal a partir de um dispositivo com Sistema Android, o recibo deverá estar na pasta download.

Em caso de transmissão efetuada por via de um aparelho com o Sistema operacional iOS, o recibo estará na pasta de arquivos do programa do Imposto de Renda criada no momento da instalação do aplicativo.

  • Por via do Portal e-CAC – a recuperação do recibo IRPF pode ser realizada facilmente nesta plataforma, desde que o contribuinte tenha um cadastro prévio ou um certificado digital para acessá-lo.
  • Diretamente numa das unidades da Receita Federal – Caso nenhum dos procedimentos citados acima funcione, lembre-se que você também pode se dirigir a uma agencia da Receita Federal para recuperar recibo IRPF.

Como consultar o Extrato do IRPF 2019

A consulta do extrato do IRPF 2019 pode ser realizada por via online num computador conectado à internet – veja como você pode fazer essa consulta, já a seguir:

  • Entre no portal do IDG clicando AQUI;
  • Acesse a área do usuário clicando “Acessar” se você possui um certificado digital. Para quem não tem essa informação, será necessário clicar em “Gerar Código de Acesso” para obtê-la;
  • Prossiga informando o seu CPF, código de acesso e senha;
  • Com o acesso à área do usuário efetuada, vá em frente e clique em “Declarações e Demostrativos”;
  • Escolha a opção “Extrato do processamento da DIRPF”;
  • Continue escolhendo a opção “Extrato”;
  • Por fim, você já poderá fazer a impressão do extrato.


Quais documentos devem ser guardados

Para evitar inconvenientes, é bastante recomendado que após a realização do envio da declaração o contribuinte faça o arquivamento de algumas informações envolvidas nesse procedimento por um prazo de 5 anos.

A lista de documentos que devem ser guardados inclui comprovantes e arquivos que podem vir a ser solicitados em casos de questionamentos da Receita Federal, o que contempla toda a documentação usada na elaboração da declaração (escrituras de imóveis, comprovantes de operações de dependentes, informes de rendimentos, etc.).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votes, average: 3,67 out of 5)
Loading...

Imposto de Renda 2019

Todo cidadão que ganha acima de uma quantia anual precisará declarar o imposto de renda 2019 para ficar em dia com suas obrigações civis com a Receita Federal. O IRPF é o imposto cobrado anualmente pelo Governo através da declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, e suas alíquotas variam de 0 a 27,5%. O órgão responsável pela gestão do Imposto de renda 2019 é a Receita Federa, e para saber mais sobre o imposto, como tabela, alíquotas, e passo a passo para fazer a declaração, confira nosso texto abaixo.

Neste artigo vamos relatar todas as informações do imposto de renda 2019, como fazer a declaração, quem precisa declarar, quem tem isenção, os valores e alíquotas. Esses cidadãos precisam desembolsar todo ano um certo valor do seu ganho para pagar o imposto de renda.

Imposto de Renda 2019
Imposto de Renda 2019

Vale lembrar ao contribuinte que precisa fazer a declaração, para não deixar para última hora, porque o site da Receita Federal sempre fica congestionado nos últimos dias para declarar. Deixar para última hora pode dar errado e você ficar fora do prazo e ter que pagar uma multa por isso.

Quem deve declarar Imposto de Renda 2019

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2019A declaração do imposto de renda é um ato obrigatório, contudo apenas para uma parcela da população. A maior parte dos brasileiros são isentos e não precisam declarar, apenas trabalhadores, aposentados e pensionistas que recebem acima de um valor anual.

Esse ano, deverão declarar o imposto de renda 2019 quaisquer brasileiros que se enquadrem em alguma das condições descritas abaixo:

  • As pessoas que recebem um valor tributável acima de R$ 28.123,91 durante o ano devem fazer a declaração do imposto de renda;
  • Pessoas que tem com rendimento acima de R$ 40.000,00, mesmo que não tributável, também devem declarar;
  • Cidadãos que possuem terrenos ou imóveis de valor acima de R$ 300 mil;
  • Trabalhadores rurais com rendimento bruto que ultrapasse de R$ 140.619,55 de suas atividades do campo;
  • Quem recebeu algum bem ou faz investimentos e transações na bolsa de valores, mercado financeiro e afins também deve declarar.

Isenção Imposto de Renda 2019

A maior parte dos brasileiros não precisam realizar a declaração do imposto de renda. Quem tem uma renda mensal menor que R$ 1.999,18 – de acordo com o valor base do ano anterior – não precisa fazer a declaração do imposto de renda.

Quem possui imóveis, terrenos ou outros tipos de bens que não ultrapassem o valor de R$ 300 mil e pessoas que possuem doenças graves também não precisam declarar. Dentre essas doenças estão os portadores de HIV, esclerose múltipla, hanseníase, entre outras.


Alíquotas Imposto de Renda

Todo início de ano o órgão responsável pelo imposto de renda, a Receita Federal publica a tabela com os valores e as alíquotas para a declaração dos cidadãos. As alíquotas são um percentual que será aplicado para o cálculo do valor do imposto de renda.

A declaração começa no mês de março, mas a Receita Federal ainda não divulgou a tabela para o ano de 2019, o que deve acontecer em breve. Para ter uma referência dos valores, vamos pegar a tabela do ano base de 2017.

  • Até o valor de R$ 1.999,18 é isento;
  • De R$ 1.999,18 até R$ 2.967,98, a alíquota é de 7,5%;
  • De R$ 2.967,98 até R$ 3.938,60 a alíquota é de 15%;
  • De R$ 3.938,60 até R$ 4.897,91, alíquota de 22,5%
  • Acima de R$ 4.897,91 a alíquota é de 27,5%.

Consulta Imposto de Renda – como consultar a restituição

Consulta IRPF 2019Após a declaração do imposto de renda, o cidadão que tiver pago a mais do que deveria no ano base terá direito a um reembolso desse valor, que é chamado de restituição. Essa restituição é feita pelo próprio órgão da Receita Federal brasileira.

Para consultar se você tem direito a essa restituição, acesse o site http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp insira corretamente o seu CPF, o ano base da restituição que quer consultar, sua data de nascimento e logo em seguida digite os caracteres que aparecem na imagem.


Como declarar Imposto de Renda 2019

A declaração do imposto de renda 2019 é feita de forma totalmente virtual, ou seja, você pode fazer de forma simples no conforto de sua casa. O início da declaração será no mês de março e para isso você deve acessar o site oficial da Receita Federal http://idg.receita.fazenda.gov.br e baixar o aplicativo do imposto de renda.

Declaração Imposto de Renda 2019
Declaração Imposto de Renda 2019

O programa de software é totalmente seguro e é feito pela própria Receita Federal. Após instalado o aplicativo, o contribuinte deve abrir e declarar todo o seu rendimento, bens, investimentos, dependentes caso houver, dentre outros. Ele pode ser baixado tanto no computador como no tablet ou celular.


Regularização Imposto de Renda 2019

Algumas pessoas que declaram o imposto de renda 2019 tiveram suas declarações consideradas irregulares e com erros e por isso caíram na chamada “malha fina da Receita Federal”. Mais de 700 mil pessoas estão dentro dessa situação.

Se você é uma dessas pessoas precisa agir rápido para se regularizar e ficar em dia com suas obrigações para não sofrer penas severas. Primeiramente, acesso o site da Receita Federal e consulte a sua situação – http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/declaracoes-e-demonstrativos/dirpf/extrato-do-processamento-da-dirpf.

Para fazer essa consulta é preciso gerar um código de acesso que está no próprio portal da Receita Federal e obter esse código. Você deve fazer uma nova declaração e depois de um tempo pode consultar para ver se sua declaração foi aceita. Caso encontre dificuldades, entre em contato na central de atendimento no número 146.

O imposto de renda, que é uma contribuição com administração do governo federal através da Receita Federal, foi criado para auxiliar o governo em suas receitas. Com o dinheiro do imposto o governo pode fazer investimentos de infraestrutura no país, custear a saúde, educação, segurança pública, dentre outras políticas públicas.


Restituição Imposto de Renda 2019

A Restituição do Imposto de Renda 2019 é o direito que os contribuintes tem de receber o valor da declaração excedente da Receita Federal.

Depois que a sua declaração é realizada, a Receita Federal realiza os cálculos, e quanto mais deduções você tiver, mais descontos você terá, essas deduções pode ser:

  • Dependentes;
  • Despesas Médicas;
  • Entre outras.

A cada final de ano o Governo Federal divulga uma lista, na qual são dispostos os nomes e a relação dos contribuintes que tem direito a restituição do Imposto de Renda.

Confira a lista e veja se você é uma das tantas pessoas que tem direito a restituição om a correção da Taxa Selic.


Imposto de Renda Pessoa Física e Pessoa Jurídica

O Imposto de Renda Pessoa Física e Pessoa Jurídica é tributado pela Receita Federal, mas essas tributações ocorrem de maneira diferente, confira mais sobre:

Cobrança do Imposto de Renda 2019 Pessoa Física

A cobrança para Pessoa Física é realizada através do IRRF e também através da DIRP.

Sendo através do IRRF 2019, o desconto será realizado da folha de pagamento do trabalhador, já através da DIRP, será cobrado anualmente sobre outros valores do Imposto de Renda.

Cobrança do Imposto de Renda 2019 Pessoa Jurídica

Para quem tem dúvida e não sabe, as pessoas jurídicas são as seguintes:

  • Órgãos do governo;
  • Igrejas;
  • Empresas;
  • Partidos políticos;
  • Sociedades.

A cobrança para Pessoa Jurídica é diferente da Física, essa é realizada através do IRPJ.

Em relação as empresas, é cobrado o Imposto de Renda sobre os rendimentos por mês.

Devemos levar em consideração que os rendimentos da empresa e dos donos da empresa não são os mesmos, não devendo influenciar um no outro.


Download Programa IRPF 2019

Acesse o site da Receita Federal e realize o download do programa IRPF 2019 através do link: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2016/download.

É essencial que a declaração do Imposto de Renda 2019 seja realizada até certo prazo. Então acesse o site da Receita Federal, veja a data e fique atento!

Aplicativo do Imposto de Renda 2019 para celular

Além do computador, você pode também realizar a declaração do Imposto de Renda por dispositivos móveis. Para isso, basta baixar o aplicativo da Receita Federal. Veja como abaixo:

  • Acesse a loja de aplicativo do seu celular ou tablet;
  • Procure o programa  IRPF;
  • Faça a instalação do aplicativo da Receita Federal;
  • Após realizar o download preencha o que for preciso.


Malha Fina do Imposto de Renda

Quando você for realizar a declaração do Imposto de Renda preste muita atenção, pois caso tiver informações que não sejam compatíveis ou estejam erradas, você  está sujeito a cair na Malha Fina do Imposto de Renda 2019.

A Malha Fina é utilizada para verificar possíveis incorreções no preenchimento da declaração. Caso forem verificadas irregularidades o contribuinte corre o risco de ter que pagar multas.

Malha Fina IR 2019
Malha Fina IR 2019

Se o cidadão perceber que cometeu um erro ao realizar a declaração, é importantíssimo que o contribuinte realizar uma retificação do Imposto de Renda o quanto antes. Isso fará com que você evite muitos problemas.


Multa pro Atraso na Entrega do Imposto de Renda

É muito importante que a declaração do Imposto de Renda seja entregue dentro do prazo definido pelo Cronograma do IRPF. Caso a declaração não seja efetuada dentro do tempo estimado, você contribuinte corre o risco de pagar multas de até 20% sobre o valor.

Se houver atraso, você tem até 30 dias para realizar o pagamento da multa. Se a multa não for paga dentro do prazo, serão cobrados mais juros.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...